Blog da Plaza Motors

6 mitos sobre carros que você deve conhecer

Os carros são uma verdadeira paixão para muita gente desde que foram inventados, e todo o interesse a respeito dessas valiosas máquinas acaba por gerar uma série de especialistas no assunto. Mas nem tudo o que é dito e propagado é verdadeiro.

Que tal descobrir alguns mitos sobre carros nos quais você deve parar de acreditar?

Rodar com o tanque do veículo na reserva de combustível faz com que o motor aspire sujeira

O combustível é aspirado pelo fundo do tanque, então se esse mito fosse verdadeiro, a sujeira seria aspirada com qualquer quantidade de combustível, certo? Outro detalhe nesse sentido é que, antes da sujeira chegar ao motor, ela teria que passar pelo filtro, o que desmistifica essa afirmativa.

As molas devem ser trocadas junto com os amortecedores

Na verdade, essa relação não existe. O desgaste dos amortecedores é proveniente da rodagem e da quantidade de impactos sofridos. A substituição deve ser feita quando esses impactos já não são absorvidos da forma desejável, provocando desconforto aos ocupantes do carro.

No caso das molas, elas fazem a sustentação do peso do veículo e a sua troca geralmente deve ser realizada após alguns anos de uso, quando a altura do automóvel vazio parecer estar abaixo do normal.

Engatar o ponto neutro em paradas acarreta problemas ao veículo

De forma alguma. O sistema de câmbio dos veículos é fabricado de forma a suportar essas trocas constantes, e até mesmo para ser colocado em posição neutra quando o motorista bem entender.

Inclusive, existem sistemas em alguns modelos que realizam essa troca de forma automática, retornando à marcha de origem na liberação dos freios, o que ainda auxilia na economia de combustível.

É melhor passar com o carro em diagonal em um quebra-molas

A suspensão dos veículos conta com tecnologia suficiente para trafegar em qualquer tipo de situação, e além disso, é preciso levar em consideração que, ao atravessar um obstáculo desse tipo em linha reta, a torção do sistema de suspensão é bem menor, assim como o desconforto dos ocupantes do veículo.

Manter a embreagem pressionada causa seu desgaste

Foi-se o tempo em que isso era considerado verdadeiro. Antigamente, o platô, que é uma peça que faz parte do sistema de embreagem, era feito por molas helicoidais que vinham em seis ou oito, dependendo do modelo, podendo causar esse desgaste.

Atualmente, porém, essas peças são compostas pelo que os mecânicos chamam de “chapéu chinês”, ou mola diafragmática, e é mínima a carga dessa mola quando o pedal está pressionado até o fundo, o que afasta a possibilidade de desgaste prematuro.

Quanto aos problemas causados ao disco de embreagem em função disso, esqueça-os: isso só acontece com o chamado deslizamento, ou seja, o pedal não está apertado até o fim e tampouco solto.

Devo pisar na embreagem antes de acionar os freios

Com a embreagem acionada, o motor fica completamente desengrenado, mesmo se o veículo se encontrar com alguma marcha engatada. Trata-se, portanto, de uma situação de risco pelo motivo da dificuldade maior em controlar o veículo dessa forma.

A maneira correta é primeiro acionar os freios e só pisar no pedal de embreagem quando o veículo já estiver em baixa velocidade.

Que outros mitos sobre carros você conhece? Comente, compartilhe com a gente e contribua para aumentar a nossa lista e desvendar todas essas lendas do universo automotivo!