Blog da Plaza Motors

Abastecimento: esqueça a proporção 70% álcool x gasolina

Quando os carros flex chegaram ao mercado, em meados dos anos 2000, geraram grande curiosidade. Um dos temas que mais despertou questionamentos foi justamente a relação álcool x gasolina. Afinal de contas, qual é mais vantajoso?

Os especialistas da época tinham a resposta na ponta da língua: se o álcool estivesse sendo vendido a um preço até 30% mais barato do que a gasolina (ou com um valor total de até 70% em relação ao mais caro), ele valia a pena. Qualquer coisa além disso, a vantagem era da gasolina.

No entanto, muitas mudanças aconteceram nos motores flex ao longo do tempo e a resposta já não é mais tão simples. Continue a leitura deste artigo e saiba como escolher o melhor combustível para o seu carro.

De onde vem a proporção 70%?

A explicação para esse cálculo é simples: o álcool, devido a suas propriedades, queima mais rápido no motor do veículo e, por isso, o consumo do carro abastecido com o combustível de cana é 30% maior do que quando o tanque é preenchido pelo derivado do petróleo.

Se o álcool custar até 70% do preço da gasolina, logo ele vale mais a pena, certo? Mais ou menos. Os tempos mudaram e atualmente essa proporção já vem sendo contestada.

O que mudou na conta?

Em quinze anos no mercado nacional, os carros flex passaram por uma grande evolução. Os motores ganharam novos componentes, sempre em busca da melhor eficiência, ou seja, gerar a potência adequada sem poluir o meio ambiente.

Com isso, o consumo dos carros também mudou. Se antigamente a proporção álcool x gasolina era certamente de 70% entre um e outro, hoje isso varia muito de acordo com cada veículo e com a forma como você dirige.

Mas não são só os carros que mudaram: os combustíveis também. O álcool vendido no mercado passou por muitas modificações, tornando-se mais eficiente e menos poluente, tudo isso com vistas a se tornar o principal combustível do país, já que a exploração de petróleo tem se tornado um processo cada vez mais caro e complexo.

Como saber qual o melhor combustível?

A melhor maneira de saber qual é o combustível ideal para o seu carro é acompanhar o próprio consumo e fazer uma estimativa de acordo com os preços do álcool e da gasolina no posto em que você costuma abastecer.

Portanto, ao encher o tanque, zere as configurações do computador de bordo do seu Honda e fique de olho na média de consumo. Use um tanque inteiro de álcool e outro de gasolina e compare as situações.

Atualmente, estima-se que a proporção correta entre os dois combustíveis possa chegar a 75%, mas existem variações de acordo com a forma como você conduz e as condições da sua cidade. Basta comparar o número que você obtiver com a diferença de preço praticada pelo posto. Se estiver dentro da proporção de consumo, o álcool pode valer mais a pena.

Como você viu, a questão da proporção álcool x gasolina não é mais uma unanimidade nem mesmo entre os especialistas. Portanto, para que não haja dúvidas na hora de abastecer o seu Honda, o ideal é que você mesmo afira o consumo e a diferença entre os dois combustíveis.

Caso tenha gostado deste post e queira ajudar seus amigos a se informarem também, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais.