Blog da Plaza Motors

Entenda os cuidados que você deve ter com o radiador do carro

O radiador do carro é uma peça de extrema importância, pois tem a função de resfriar o motor. Como toda peça automotiva, ele necessita de manutenção preventiva para conservar o seu bom funcionamento.

Infelizmente, muitos donos de automóveis desconhecem esse tipo de manutenção. Quando ela é negligenciada, pode ser preciso uma retífica de cabeçote. Por isso, fique atento ao nosso texto e aprenda a cuidar do radiador. Vamos lá!

Entenda como funciona o radiador do carro

Essa peça é posicionada na parte frontal do veículo e acumula o líquido refrigerante, que é resfriado nela e mandado de volta ao motor. Esse ciclo é fundamental para que o motor trabalhe sempre na temperatura correta.

A ventoinha é o componente responsável pela diminuição da temperatura do fluido refrigerante, sendo que a posição frontal do radiador é estratégica, pois com o carro em movimento ele recebe vento frio  o que facilita o resfriamento do líquido.

Quando a temperatura do motor atinge uma média de 90 graus (C), a válvula termostática libera o líquido quente preso no motor e o envia para o radiador, onde ele será resfriado. Depois disso, o líquido volta para o reservatório de expansão e é encaminhado para o motor, finalizando o ciclo de troca de calor.

Troque o líquido de arrefecimento

A única manutenção necessária no radiador do seu carro é a conservação do líquido de arrefecimento em bom estado. Ele fica no reservatório de expansão e é composto por uma mistura entre água e elementos que possuem propriedades anticongelante e anticorrosiva.

Trocar o líquido com frequência evita que o motor enferruje. Quando não há manutenção, a ferrugem pode se espalhar por todo o motor, contaminando componentes como as mangueiras e o radiador.

A ferrugem é corrosiva, por isso, com o tempo, há o risco de que seu sistema de arrefecimento tenha alguns vazamentos. Com a perda do líquido, o carro pode superaquecer, o que é bastante prejudicial. Sendo assim, rodar com o veículo nessas condições é arriscado.

Por isso a troca do líquido deve ser feita sempre conforme a revisão programada em manual do proprietário. Se você não encontrar essa informação disponível, o recomendado é que você realize a troca a cada um ou dois anos.

Confira o nível do líquido com frequência

Não é suficiente apenas trocar o líquido de arrefecimento do carro, também é importante que você cheque periodicamente o nível dele. Esse cuidado permite a identificação precoce de vazamentos e garante que você não rode sem o líquido refrigerante.

O ideal é que você faça essa verificação preventiva pelo menos uma vez por mês. Atenção: mesmo sendo um sistema pressurizado, é comum que o nível de líquido abaixe um pouco. Se isso acontecer e você não identificar vazamentos, basta completar com o mesmo aditivo usado na troca.

Procure por vazamentos e entupimentos

Caso o seu reservatório de expansão apresente líquido enferrujado, é importante que você fique atento a possíveis vazamentos e busque por poças de água embaixo do carro  tenha cuidado para não confundir com a água que sai do dreno do ar condicionado.

Se existirem vazamentos, eles devem ser reparados imediatamente. Como falado, a ferrugem pode causar problemas em vários componentes. No radiador, ela pode se acumular nas colmeias e causar o entupimento, impedindo a circulação de água. Com isso, o motor vai rodar com a temperatura elevada e a junta do cabeçote pode queimar, sendo necessária uma retífica.

Depois de ler esse texto, você ficou sabendo a importância de realizar a manutenção no radiador do carro. Os cuidados são essenciais para manter as boas condições do líquido e evitar a ferrugem no sistema, preservando o funcionamento do seu carro.

Quer mais dicas como essa? Assine nossa newsletter e continue bem informado!